segunda-feira, 23 de abril de 2012

Uma espécie de funcionário público

"O seu nome era António mas desde pequeno toda a gente lhe chamava Antoninho, o menino Antoninho primeiro e o senhor Antoninho mais tarde, quando passou a ocupar um lugar importante na administração pública". 

Retomamos, aqui, a literatura de "cordel" que tanto sucesso fez neste blogue, passe a imodéstia.
Espero que gostem, comentem, critiquem  e divulguem para sabermos se vale a pena continuar ou mudar de assunto.


O resto já sabem onde procurar...

1 comentário:

M. Caldas disse...

Li tudo... e gostei muito. Parabéns! Agora não se atreva a ficar por aqui. Tem dar continuação à estória. Sabe muito bem que aquilo que nos dá prazer, seja na leitura ou noutra coisa qualquer, nunca deve ficar a meio.:) Aguardo, pois, o desenrolar dos próximos capítulos.
Abraço
M. Caldas